07 12 Mt 11, 20-24 Terça-feira da semana XV

Meditação do Evangelho

Evangelho do dia 18 de julho terça feira | Swjohn's Blog

Mt 11, 20-24

Meditação do Evangelho  Mt 11, 20-24

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo seg. São Mateus

Naquele tempo, começou Jesus a censurar duramente as cidades em que se tinha realizado a maior parte dos seus milagres, por não se terem arrependido: «Ai de ti, Corazim! Ai de ti, Betsaida! Porque se em Tiro e em Sidónia se tivessem realizado os milagres que em vós se realizaram, há muito teriam feito penitência, vestindo-se de cilício e cobrindo-se de cinza. Mas Eu vos digo que no dia do Juízo haverá mais tolerância para Tiro e Sidónia do que para vós. E tu, Cafarnaum, serás exaltada até ao céu? Até ao inferno é que descerás. Porque se em Sodoma se tivessem realizado os milagres que em ti se realizaram, ela teria permanecido até hoje. Mas Eu vos digo que no dia do Juízo haverá mais tolerância para a terra de Sodoma do que para ti».
Palavra da salvação.

«O dia do Juízo será mais tolerável para Tiro e Sidónia do que para vós» Mt 11, 20-24
Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
Naquele tempo, começou Jesus a censurar duramente as cidades em que se tinha realizado a maior parte dos seus milagres, por não se terem arrependido: «Ai de ti, Corazim! Ai de ti, Betsaida! Porque se em Tiro e em Sidónia se tivessem realizado os milagres que em vós se realizaram, há muito teriam feito penitência, vestindo-se de cilício e cobrindo-se de cinza. Mas Eu vos digo que no dia do Juízo haverá mais tolerância para Tiro e Sidónia do que para vós. E tu, Cafarnaum, serás exaltada até ao céu? Até ao inferno é que descerás. Porque se em Sodoma se tivessem realizado os milagres que em ti se realizaram, ela teria permanecido até hoje. Mas Eu vos digo que no dia do Juízo haverá mais tolerância para a terra de Sodoma do que para ti».
Reflexão
     O Evangelho de hoje mostra-nos a censura de Jesus às cidades Corazim, Betsaida e Cafarnaum pois apesar dos milagres operados por Cristo não se converteram à boa nova.
Indiferentes à visita do Mestre, permaneceram corrompidas, incrédulas e interesseiras. Ele afirma que Sodoma será tratada com menos severidade no dia do julgamento do que as cidades que não acolheram o dom da conversão. “Ai de ti, Corazim; ai de ti, Betsaida! Se em Tiro e em Sidónia se tivessem realizado os milagres que em vós foram feitos, há muito se teriam convertido, vestindo-se de cilício e cobrindo-se de cinza”. (Mt 11,21)
O povo e os chefes do povo judeu continuaram incrédulos e rejeitaram Jesus . Este aviso igualmente é dirigido para todos a quem, através dos tempos, essa mesma palavra pôde chegar.
A Palavra do Senhor a cada momento exorta-nos e admoesta -nos com o objetivo de realizar em nós uma transformação interior. Não podemos responder com indiferença ao Evangelho como as cidades censuradas por Cristo. O arrependimento exige mudança – uma mudança no coração e no modo de vida.
Deixemos radicalmente a falsa sabedoria do mundo dando crédito às sua palavras de vida eterna Recebamos, então, com humildade e responsabilidade cada dia o chamamento de ser humildes instrumentos do Espírito Santo Correspondamos à bondade que Deus nos tem oferecido e, assim a nossa pequena generosidade depositada no coração daquele que cumprimentamos, o olhar interessado e atento daquele que nos pede uma informação, o sorriso dirigido ao que nos cederam o passo, florescerá no futuro…
ORAÇÃO
Abre-nos, Senhor, os olhos para nos vermos como somos, e os ouvidos para escutar a vossa chamada à conversão, decidindo-nos com
Para isso, dá-nos o espírito jovem do evangelho a fim de crescer cada vez mais como pessoas e cristãos.

 

 

 

2022-07-12

Terça-feira da semana XV

Verde – Ofício da féria.
Missa à escolha (cf. p. 19, n. 18).

L1: Is 7, 1-9; Sal 47 (48), 2-3a. 3b-4. 5-6. 7-8
Ev: Mt 11, 20-24

*

Antífona de entrada Cf. Sl 16, 15
Eu venho, Senhor, à vossa presença:
ficarei saciado ao contemplar a vossa glória.

Oração coleta
Senhor nosso Deus,
que mostrais aos errantes a luz da vossa verdade
para poderem voltar ao bom caminho,
concedei a quantos se declaram cristãos
que, rejeitando tudo o que é indigno deste nome,
sigam fielmente as exigências da sua fé.
Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus
e convosco vive e reina, na unidade do Espírito Santo,
por todos os séculos dos séculos.

LEITURA I (anos pares) Is 7, 1-9
«Se não tiverdes fé, não podereis sobreviver»

Diante de uma situação em que humanamente não poderia haver grande esperança de salvação, Deus envia o seu profeta para incutir ao rei confiança em lugar do medo de que ele estava possuído. A leitura termina pedindo aos que presenciaram os acontecimentos, como agora pede a quem os lê, um acto de fé em Deus, presente no meio do seu povo, sempre pronto para o salvar.

Leitura do Livro de Isaías
No tempo em que Acaz, filho de Jotão, filho de Ozias, era rei de Judá, Rason, rei dos arameus, e Pecá, filho de Romélia, rei de Israel, marcharam contra Jerusalém para a atacarem, mas não puderam conquistá-la. Quando chegou a notícia à casa de David de que os arameus tinham acampado em Efraim, o coração do rei e do povo estremeceu, como se agitam as árvores da floresta batidas pelo vento. O Senhor disse então a Isaías: «Vai ao encontro de Acaz, com teu filho Sear-Jasub, no extremo do aqueduto da piscina superior, que fica na estrada do Campo do Pisoeiro, e diz-lhe: Tem cuidado, mas não temas; não desanimes nem te assustes à vista desses dois tições fumegantes, da fúria de Rason, rei dos arameus, e do filho de Romélia. Os arameus, com Efraim e o filho de Romélia, decidiram fazer-te mal e disseram: ‘Marchemos contra Judá, para o intimidar, vamos invadi-lo, para que se renda, e estabeleceremos nele como rei o filho de Tabeel’. Assim fala o Senhor Deus: Isto não acontecerá, isto não se realizará. A capital dos arameus é Damasco e o chefe de Damasco é Rason; a capital de Efraim é Samaria e o chefe de Samaria é o filho de Romélia. Mas dentro de sessenta e cinco anos, Efraim será arrasado e deixará de ser um povo. Contudo, se não tiverdes fé, não podereis sobreviver».
Palavra do Senhor.

SALMO RESPONSORIAL Salmo 47 (48), 2-3a.3b-4.5-6.7-8 (R. cf. 9d)
Refrão: Guardai para sempre, Senhor, a vossa morada. Repete-se

Grande é o Senhor e digno de louvor
na cidade do nosso Deus.
A sua montanha sagrada é a mais bela das montanhas,
a alegria de toda a terra. Refrão

O monte Sião, no extremo norte,
é a cidade do grande Rei.
Deus Se mostrou em seus palácios
um baluarte seguro. Refrão

Os reis aliaram-se
e avançaram todos juntos.
Mal a avistaram, tomaram-se de pânico
e, perturbados, puseram-se em fuga. Refrão

Ali se apoderou deles o pavor,
angústia como a da mulher que dá à luz,
como quando o vento leste
despedaça as naus de Társis. Refrão

ALELUIA cf. Salmo 94 (95), 8ab
Refrão: Aleluia Repete-se

Se hoje ouvirdes a voz do Senhor,
não fecheis os vossos corações. Refrão

EVANGELHO Mt 11, 20-24
«O dia do Juízo será mais tolerável para Tiro e Sidónia
do que para vós»

Quanto maior foi o conhecimento que se teve da palavra de Deus, maior será a responsabilidade diante do mesmo Deus. Por isso, maior é a responsabilidade das terras onde chegou a mensagem do Evangelho do que a daquelas onde ela nunca chegou. O aviso do Senhor tinha especial razão de ser para os seus contemporâneos que não prestavam a devida atenção à palavra que ouviam directamente da sua boca, mas igualmente a têm para todos a quem, através dos tempos, essa mesma palavra pôde chegar.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo seg. São Mateus
Naquele tempo, começou Jesus a censurar duramente as cidades em que se tinha realizado a maior parte dos seus milagres, por não se terem arrependido: «Ai de ti, Corazim! Ai de ti, Betsaida! Porque se em Tiro e em Sidónia se tivessem realizado os milagres que em vós se realizaram, há muito teriam feito penitência, vestindo-se de cilício e cobrindo-se de cinza. Mas Eu vos digo que no dia do Juízo haverá mais tolerância para Tiro e Sidónia do que para vós. E tu, Cafarnaum, serás exaltada até ao céu? Até ao inferno é que descerás. Porque se em Sodoma se tivessem realizado os milagres que em ti se realizaram, ela teria permanecido até hoje. Mas Eu vos digo que no dia do Juízo haverá mais tolerância para a terra de Sodoma do que para ti».
Palavra da salvação.

Oração sobre as oblatas
Olhai, Senhor, para os dons da vossa Igreja em oração
e concedei aos fiéis que os vão receber
a graça de crescerem na santidade.
Por Cristo nosso Senhor.

Antífona da comunhão Cf. Sl 83, 4-5
As aves do céu encontram abrigo
e as andorinhas um ninho para os seus filhos, junto dos vossos altares,
Senhor dos Exércitos, meu Rei e meu Deus.
Felizes os que moram em vossa casa
e a toda a hora cantam os vossos louvores.

Ou: Cf. Jo 6, 57
Quem come a minha Carne e bebe o meu Sangue
permanece em Mim e Eu nele, diz o Senhor.

Oração depois da comunhão
Senhor, que nos alimentais à vossa mesa santa,
humildemente Vos suplicamos:
sempre que celebramos estes mistérios,
aumentai em nós os frutos da salvação.
Por Cristo nosso Senhor.