SEXTA-FEIRA da semana XIII

2019-07-05
Que Deus nos visite ….

L 1 Gen 23, 1-4. 19 – 24, 1-8. 62-67; Sal 105 (106), 1-2. 3-4a. 4b-5 
Ev Mt 9, 9-13 

Missa

LEITURA I (anos ímpares) Gen 23, 1-4.19; 24, 1-8.62-67 
«Isaac amou Rebeca, consolando-se assim da morte de sua mãe» 
A história dos patriarcas da Antiga Aliança é a história da fidelidade de Deus para com o seu povo, ao mesmo tempo que mostra como esses patriarcas testemunham a sua fé em Deus, ao serem fiéis a essa Aliança. É assim que Abraão manda procurar uma esposa para o seu filho à terra da sua origem; mas que seja ela a vir para a Terra Prometida, pois que é essa a Terra onde Deus prometeu realizar as suas promessas. É preciso ir ao encontro de Deus, para que o Deus fiel seja acolhido pela fidelidade do homem. 

Leitura do Livro do Génesis 
Sara viveu até aos cento e vinte e sete anos e morreu em Quiriat-Arbá, hoje Hebron, na terra de Canaã. Abraão foi lá celebrar os funerais e chorar sua mulher. Depois deixou a defunta e falou assim aos filhos de Het: «Eu sou um imigrante entre vós. Cedei-me em terreno vosso a posse dum sepulcro, para eu enterrar a minha defunta. E assim Abraão sepultou Sara, sua esposa, na gruta do campo de Macpela, em frente de Mambré, hoje Hebron, na terra de Canaã. Abraão era já velho, de idade avançada, e o Senhor tinha-o abençoado em tudo. Disse Abraão ao servo mais antigo da sua casa, que superentendia sobre todos os seus bens: «Põe a tua mão debaixo da minha coxa e jura pelo Senhor, Deus do céu e da terra, que não escolherás para o meu filho uma esposa entre as filhas dos cananeus, no meio dos quais habito. Mas irás à minha terra e à minha família escolher uma esposa para o meu filho Isaac». O servo perguntou-lhe: «Se essa mulher não quiser vir comigo para esta terra, deverei levar o teu filho para a terra donde vieste?». Abraão respondeu-lhe: «De modo nenhum levarás para lá o meu filho. O Senhor, Deus do Céu, que me tirou da casa paterna e da terra onde nasci, falou-me e fez-me o seguinte juramento: ‘Darei esta terra aos teus descendentes’. Ele enviará à tua frente o seu Anjo, para que escolhas na minha terra uma esposa para o meu filho. Se essa mulher não quiser vir contigo, ficarás desligado deste juramento que me fazes. Mas em caso algum levarás para lá o meu filho». Isaac tinha voltado do poço de Laai-Roí e habitava na região do Negueb. Uma vez em que ele saíra a passear pelo campo à tardinha, ergueu os olhos e viu uns camelos que acabavam de chegar. Rebeca, sua prima, ergueu também os olhos e viu Isaac. Ela desceu do camelo e perguntou ao servo: «Quem é aquele homem que vem a correr pelo campo ao nosso encontro?». O servo respondeu: «É o meu senhor». Rebeca tomou o véu e cobriu-se. O servo contou a Isaac tudo o que tinha feito. Isaac introduziu Rebeca na tenda de Sara, sua mãe. Depois casou com ela e amou-a, consolando-se assim da morte de sua mãe. 
Palavra do Senhor. 


SALMO RESPONSORIAL Salmo 105 (106), 1-2.3-4a.4b-5 (R. 1a) 
Refrão: Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom. Repete-se 
Ou: Aleluia. Repete-se 

Dai graças ao Senhor, porque Ele é bom, 
porque é eterna a sua misericórdia. 
Quem poderá contar as obras do Senhor 
e apregoar todos os seus prodígios? Refrão 

Felizes os que observam os seus preceitos 
e praticam sempre o que é justo. 
Lembrai-Vos de nós, Senhor, 
por amor do vosso povo. Refrão 

Visitai-nos com a vossa salvação, 
para que vejamos a felicidade dos vossos eleitos, 
rejubilemos com a alegria do vosso povo 
e exultemos com a vossa herança. Refrão 


ALELUIA Mt 11, 28 
Refrão: Aleluia Repete-se 

Vinde a Mim, vós todos que andais cansados e oprimidos, 
e Eu vos aliviarei, diz o Senhor. Refrão 


EVANGELHO Mt 9, 9-13 
«Não são os que têm saúde que precisam do médico. Prefiro a misericórdia ao sacrifício» 

A misericórdia de Deus é a grande revelação que Jesus nos veio fazer. Mas é certamente esta a revelação que temos maior dificuldade em compreender. Por isso, o ser misericordiosos é também a atitude que temos mais dificuldade em manifestar para com os nossos irmãos. Somos mais facilmente justiceiros do que misericordiosos. Por isso, somos tão pouco cristãos! 

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus 
Naquele tempo, Jesus ia a passar, quando viu um homem chamado Mateus, sentado no posto de cobrança dos impostos, e disse-lhe: «Segue-Me». Ele levantou-se e seguiu Jesus. Um dia em que Jesus estava à mesa em casa de Mateus, muitos publicanos e pecadores vieram sentar-se com Ele e os seus discípulos. Vendo isto, os fariseus diziam aos discípulos: «Por que motivo é que o vosso Mestre come com os publicanos e os pecadores?». Jesus ouviu-os e respondeu: «Não são os que têm saúde que precisam do médico, mas sim os doentes. Ide aprender o que significa: ‘Prefiro a misericórdia ao sacrifício’. Porque Eu não vim chamar os justos, mas os pecadores». 
Palavra da salvação. 

Peçamos ao Senhor a fidelidade (1º leitura) e a misericórdia (2ª leitura) Acreditar que Deus não falha na nossa vida apesar de todos os problemas (fieis a ele e às nossas raizes – família,pátria,congregação) E todos os dias o nosso sincero agir deve ser o de JESUS. Olhar para todos os pecadores como JESUS . Este é o verdadeiro caminho….Outras ideias a ter em conta:Abraão quer garantir a pureza da estirpe e a pureza da Fé . o povo pode esperar sempre na Salvação (sl 1059) A tarefa infame dos publicanos. Jesus vai até eles e senta-se à sua mesa

* A graça de Deus entra nos acontecimentos mas sem alarido