03 18 Jo 8, 1-11 Segunda-A mulher adúltera

EVANGELHO Jo 8, 1-11 «Quem de entre vós estiver sem pecado atire a primeira pedra»

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João

Naquele tempo, Jesus foi para o Monte das Oliveiras. Mas de manhã cedo, apareceu outra vez no templo e todo o povo se aproximou d’Ele. Então sentou-Se e começou a ensinar. Os escribas e os fariseus apresentaram a Jesus uma mulher surpreendida em adultério, colocaram-na no meio dos presentes e disseram a Jesus: «Mestre, esta mulher foi surpreendida em flagrante adultério. Na Lei, Moisés mandou-nos apedrejar tais mulheres. Tu que dizes?». Falavam assim para Lhe armarem uma cilada e terem pretexto para O acusar. Mas Jesus inclinou-Se e começou a escrever com o dedo no chão. Como persistiam em interrogá-l’O, Ele ergueu-Se e disse-lhes: «Quem de entre vós estiver sem pecado atire a primeira pedra». Inclinou-Se novamente e continuou a escrever no chão. Eles, porém, quando ouviram tais palavras, foram saindo um após outro, a começar pelos mais velhos, e ficou só Jesus e a mulher, que estava no meio. Jesus ergueu-Se e disse-lhe: «Mulher, onde estão eles? Ninguém te condenou?». Ela respondeu: «Ninguém, Senhor». Jesus acrescentou: «Também Eu não te condeno. Vai e não tornes a pecar».

Palavra da salvação.

REFLEXÃO

“Os escribas e os fariseus apresentaram a Jesus uma mulher surpreendida em adultério.” Os inimigos do Filho de Deus viam nela uma ocasião para exercer a Justiça implacável, ficarem bem vistos aos olhos dos exímios cumpridores da lei de Moisés e, ao mesmo tempo, desacreditarem na palavra do Nazareno.

Como Ele conhecia a perversidade das intenções dos seus inimigos antes de se pronunciar sobre o assunto, provocou-lhes a consciência do pecado «Quem de entre vós estiver sem pecado atire a primeira pedra.» “quando ouviram tais palavras, foram saindo um após outro, a começar pelos mais velhos, e ficou só Jesus e a mulher, “Jesus pergunta «Mulher, onde estão eles? Ninguém te condenou?». Ela respondeu: «Ninguém, Senhor». Jesus acrescentou: «Também Eu não te condeno. Vai e não tornes a pecar».

Enquanto os fariseus viam na mulher uma pecadora merecedora de castigo, Jesus vê nela uma mulher, uma pessoa criada e amada por Deus, uma pessoa que deve ser levantada e perdoada.

A pobre mulher sentiu-se regenerada, reabilitada, uma pessoa nova. Jesus mostrou o coração de Deus. Assim nos diz S. João “A lei foi dada por Moisés, mas a graça e a verdade vieram por Jesus Cristo” (Jo 1.17).

Para caminharmos com Cristo, por Cristo e em Cristo temos de procurar ter o coração como o de Jesus, que acolhe, perdoa e envia a pessoa de volta para a vida com a missão de não voltar a pecar.

ORAÇÃO

Deus Pai, obrigado pois quando estávamos perdidos, incapazes de nos aproximarmos de Vós, destes-nos a maior prova do Vosso amor: o vosso Filho, o único Justo, entregou-Se em nossas mãos, deixando-se pregar numa Cruz.