08 25  Mt  22 34-40 Sexta Feira  “O segundo mandamento é semelhante ao primeiro: amarás o teu próximo como a ti mesmo”

Amarás o Senhor teu Deus e o próximo como a ti mesmo» (Mt 22, 34-40)

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus

Naquele tempo, os fariseus, ouvindo dizer que Jesus tinha feito calar os saduceus, reuniram-se em grupo, e um doutor da Lei perguntou a Jesus, para O experimentar: «Mestre, qual é o maior mandamento da Lei?». Jesus respondeu: «‘Amarás o Senhor teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todo o teu espírito’. Este é o maior e o primeiro mandamento. O segundo, porém, é semelhante a este: ‘Amarás o teu próximo como a ti mesmo’. Nestes dois mandamentos se resumem toda a Lei e os Profetas».

REFLEXÃO

Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo.

Deus, criador do Céu e da terra, estabeleceu um plano de salvação para a humanidade. Enviou ao mundo o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.” (João 3:16)

Os mais responsáveis pelo ensino da lei semearam no coração do povo o temor e terror religioso determinando que, para agradar a Deus, deviam cumprir 613 preceitos.

A chegada de Cristo, o Messias, com a sua Palavra de autoridade tocou o coração dos pobres e dos humildes e comoveu-os ao ouvirem dizer-lhes “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.(Mateus 11:28)”

Sentindo-se ameaçados no seu estatuto socio religioso decidiram enviar um doutor da Lei para lhe perguntar:

«Mestre, qual é o maior mandamento da Lei?». Jesus respondeu:

«’Amarás o Senhor, teu Deus, com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todo o teu espírito’. Este é o maior e o primeiro mandamento. O segundo, porém, é semelhante a este:’ Amarás o teu próximo como a ti mesmo’.

Com uma resposta simples Jesus calou todos os inimigos. Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo une dois preceitos que se encontram em dois livros separados do Antigo Testamento (o amor de Deus e o amor do próximo, cf. DT 6,4-6 e Lv 19:18) e completa a resposta com o comentário: «Nestes dois mandamentos se resumem toda a Lei e os Profetas.» (v. 40)

Todos os nossos atos, toda a nossa regra de vida, toda a lei que vivemos seja inspirada por amar a Deus com todo o nosso coração, alma, mente e força e amar os irmãos.

Amar os irmãos passa por prestar atenção a cada homem ou mulher com quem nos cruzamos pelos caminhos da vida, sentir-se solidário com as alegrias e sofrimentos de cada pessoa…

ORAÇÃO

Pai Santo, defesa dos humildes e pobres, dá-nos a graça do discernimento para vivermos a vossa lei com um coração livre para vos servirmos e amarmos os irmãos e irmãs segundo o Espírito do vosso Filho, fazendo do mandamento novo a única lei da vida.