10 04 Eelmoh Editors – Lc 9, 57-62 –

10 04   Lc 9, 57-62  Quarta  Feira Seguir-te-ei para onde quer que fores

EVANGELHO

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas


Naquele tempo, Jesus e os seus discípulos iam a caminho de Jerusalém, quando alguém Lhe disse: «Seguir-Te-ei para onde quer que fores». Jesus respondeu-lhe: «As raposas têm as suas tocas e as aves do céu os seus ninhos; mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça». Depois disse a outro: «Segue-Me». Ele respondeu: «Senhor, deixa-me ir primeiro sepultar meu pai». Disse-lhe Jesus: «Deixa que os mortos sepultem os seus mortos; tu, vai anunciar o reino de Deus». Disse-Lhe ainda outro: «Seguir-Te-ei, Senhor; mas deixa-me ir primeiro despedir-me da minha família». Jesus respondeu-lhe: «Quem tiver lançado as mãos ao arado e olhar para trás não serve para o reino de Deus».

PARTILHA DA PALAVRA

Bruno Andrade

Hugo Silva

Martin Frazão

Luz Canario

Maria Brillhante

Bruno Andrade

09:32, 04/10/2023] Bruno Andrade Murches: Vida ativa em Cristo, sair da nossa zona de conforto, porém, encontrando o verdadeiro conforto com Cristo, com equibrio e grande responsabilidade

A frase de Bruno Andrade Murches apresenta  uma profunda compreensão do chamamento espiritual à ação e ao serviço em Cristo. Vamos analisar sua mensagem em detalhes:

“Vida ativa em Cristo, sair da nossa zona de conforto…”

  • Bruno destaca a importância de uma vida ativa e dinâmica na fé cristã. Isso implica em ir além das limitações e desafios, muitas vezes representados pela “zona de conforto”, e se envolver de maneira comprometida no caminho de Cristo.

“…porém, encontrando o verdadeiro conforto com Cristo…”

  • Ele ressalta que ao se afastar da zona de conforto, não estamos destinados à desolação ou desconforto. Pelo contrário, ao seguir Jesus, encontramos um conforto verdadeiro e duradouro que vem da comunhão com Ele.

“…com equilíbrio e grande responsabilidade.”

  • Bruno traz à tona dois elementos-chave: equilíbrio e responsabilidade. Isso indica uma abordagem consciente e madura para a vida cristã ativa. O equilíbrio sugere uma harmonia entre os diferentes aspectos da vida, enquanto a responsabilidade implica em assumir as consequências de nossas ações.

Análise Espiritual: Essa mensagem ressoa com uma compreensão profunda do evangelho. Jesus frequentemente desafiava seus seguidores a sair de suas zonas de conforto, a sacrificar e a servir com uma motivação de amor e fidelidade a Deus. Encontrar o verdadeiro conforto em Cristo sugere uma confiança na provisão e no cuidado divino, mesmo em meio aos desafios e desconfortos da vida cristã.

Documentação Apropriada: Essa perspectiva encontra apoio nas Escrituras. Por exemplo, em Mateus 16:24-25, Jesus diz: “Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. Pois quem quiser salvar a sua vida, a perderá, mas quem perder a vida por minha causa, a encontrará.”

Além disso, em 2 Coríntios 5:17, Paulo escreve: “Assim, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!”

Esses versículos ilustram o chamamento  para uma vida ativa em Cristo, onde a renúncia do eu e a busca pelo Reino de Deus são centrais. A ideia do verdadeiro conforto em Cristo também é ecoada em passagens como Mateus 11:28-30, onde Jesus convida os cansados e sobrecarregados a encontrarem descanso nele.

Portanto, a mensagem de Bruno está fundamentada em princípios bíblicos sólidos e reflete uma compreensão espiritual profunda.

Hugo Silva

15 – Partilha com o Hugo

[08:46, 04/10/2023] Hugo Silva: Bom dia caros peregrinos, que belo Evangelho o de hoje. Mais do que um exemplo de vida de Jesus, como o de Santidade de São Francisco. O Evangelho de hoje é um Modelo de Vida. Em particular nos Sacramentos da Ordem e do Matrimónio, ambos na sua radicalidade, desprendem-se de si para entrega Total a Deus. Estes dias tenho mudado de funções no meu trabalho, passei do setor Infantil, para o Geriátrico. Que testemunho vou dando deste desprendimento diário para seguir Jesus? Quanto me agarro às pequenas coisas que me fazem sentir bem, confortável? E eis que me deparo com desafios constantes e diários na minha vida, serei eu digno deste Amor de Deus, da sua Misericórdia? Claro, que sim. Desde que o sigamos sem restrições, desde que o sigamos de Coração Sincero e Arrependido, desde que o sigamos para Peregrinar neste Caminho da Santidade que Todos somos chamados não olhando a idades. Pois está visto que desde o mais novo, São Francisco Marto até a idades mais avançadas, temos pois muitos modelos que podemos seguir, mas na nossa Fé podemos também ser modelos para tantos e tantos que nos rodeiam. Feliz dia para Todos. Abraço Fraterno

**********************************************************************

Partilha

  1. Desprendimento e entrega total a Deus (Sacramentos da Ordem e do Matrimônio):
  • “Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me.” (Mateus 16:24)
    • Ao mudar de funções no trabalho, você demonstra disposição para seguir os passos de Jesus, deixando de lado o conforto em prol de um serviço mais pleno e abnegado.
  • Enfrentando desafios diários com fé:
  • “Tudo posso naquele que me fortalece.” (Filipenses 4:13)
    • Ao encarar os desafios diários em seu trabalho no setor Geriátrico, o Hugo confia que Deus o capacitará para superar qualquer obstáculo.
  • Dignidade do Amor de Deus e Sua Misericórdia:
  • “Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, (…) deu-nos vida juntamente com Cristo.” (Efésios 2:4-5)
    • O Hugo  é digno do Amor de Deus e da Sua Misericórdia, não por méritos próprios, mas por causa do amor incondicional que Ele tem por cada um de nós.
  • Seguir a Cristo de Coração Sincero e Arrependido:
  • “Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados.” (Atos 3:19)
    • O caminho da santidade começa com um coração sincero e arrependido, pronto para se voltar para Deus e seguir os seus ensinamentos.
  • Peregrinação no Caminho da Santidade:
  • “Sede santos, porque eu sou santo.” (1 Pedro 1:16)
    • Cada passo que damos em direção à santidade aproxima nos mais de Deus e nos torna instrumentos do Seu amor no mundo.
  • Exemplos de vida como São Francisco Marto e outros modelos:
  • “Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo.” (1 Coríntios 11:1)
    • Podemos olhar para os santos e pessoas de fé como modelos a serem seguidos, inspirando-nos em seu exemplo de vida.
  • Ser modelo para aqueles que nos rodeiam:
  • “Assim brilhe a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem o vosso Pai que está nos céus.” (Mateus 5:16)
    • Com sua fé e testemunho diário, Hugo pode ser uma fonte de inspiração e um modelo de vida cristã para aqueles ao seu redor.

Que seu testemunho continue a irradiar luz e inspiração para todos com quem você compartilha a jornada da fé. Que o amor e a misericórdia de Deus o guiem em cada passo do caminho. Um abraço fraterno!

Martim Frazão

14  –  Partilha com Martim Frazão

[12:15, 04/10/2023] DICTOF:

[13:14, 04/10/2023] Sr Martim Frazão Equipa NSR: Bom dia.

Neste Evangelho, para mim, penso que Jesus vem dizer como devemos estruturar a nossa vida. A vida de um cristão deve ter como base o primeiro mandamento, Amar a Deus sobre todas as coisas.

Pôr Deus em primeiro lugar, implica renúncias, redefinição de prioridades e compromisso.

Jesus chama , propõe ,espera o nosso sim em cada pormenor das nossas vidas.

Cada sim que damos é um passo para a Santidade.

Em cada momento em cada segundo Deus está e É.

Que o Espírito Santo nos encha do seu Amor e discernimento para podermos redefinir as nossas prioridades.

Vinde Espírito Santo Vinde por meio da poderosa intercessão do Imaculado coração de Maria Vossa amadissima Esposa.

Seja louvado Nosso Senhor Jesus Cristo, para sempre seja

[12:15, 04/10/2023] DICTOF:

  1. Base da vida cristã: Amar a Deus sobre todas as coisas:
  • “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento.” (Mateus 22:37)
  • Colocar Deus em primeiro lugar implica:
  • Renúncias.
    • Redefinição de prioridades.
    • Compromisso.
  • Jesus espera nosso sim em cada detalhe de nossas vidas:
  • “Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada.” (João 14:23)
  • Cada sim é um passo para a Santidade:
  • “Sede santos, porque eu sou santo.” (1 Pedro 1:16)
  • Deus está presente em cada momento, em cada segundo:
  • “Onde poderia eu escapar do teu Espírito? Para onde poderia fugir da tua presença?” (Salmos 139:7)
  • Oração pelo Espírito Santo e intercessão de Maria:
  • “Vinde, Espírito Santo!”
    • “Pela intercessão do Imaculado Coração de Maria, Vossa amadíssima Esposa.”
  • Louvor a Nosso Senhor Jesus Cristo:
  • “Seja louvado Nosso Senhor Jesus Cristo, para sempre seja.”

Que o Espírito Santo continue a guiar e encher os corações com Amor e Discernimento para viver em conformidade com a vontade de Deus. Amen.

Luz Canario

14  –  Partilha com Luz Canário

[11:28, 04/10/2023] Luz Canario: Maravilhoso! Obrigada por toda a partilha. Sou devota de S. Francisco antes de ser devota de S. João Bosco. Dois Santos que mudaram o Mundo onde estavam inseridos, dois GRANDIOSOS exemplos do que é seguir Jesus. Que eles nos ajudem a segui-Lo também, e a mudar, um pouco, o meio que nos rodeia para melhor .

[12:15, 04/10/2023] DICTOF:

Compreendo completamente. Ser devota de S. Francisco antes de S. João Bosco é uma peregrinação  significativa. O importante é que essa devoção crie  o desejo de seguir os ensinamentos de Jesus e  a leve a compreender mais profundamente o mundo que nos rodeia. Isso é verdadeiramente admirável

Partilha com Maria

O Evangelho de hoje é muito rico e de responsabilidade…isto é,

para seguirmos verdadeiramente a Cristo Jesus…temos de sair da nossa zona de conforto e desapegar-nos de muitas coisas.

Temos Cristo, como companhia e a orientar o nosso caminho.

Caminho esse de Fé, amor, justiça, esperança, solidariedade.Tudo em função de dar testemunho e segui-Lo.

Na minha vida Senhor Jesus ensina-me ainda mais  a ser melhor que ontem e sempre com muita vontade de olhar à minha volta e ver o próximo como meu irmão.

Como Te amo Senhor Jesus.

Que eu, seja capaz de imitar S.Francisco de Assis, em obras de amor e caridade.

[20:34 /10/2023] DICTOF:

  1. Partilha com Maria:
  • Reconhece a importância de Maria como modelo de fé e devoção, buscando compartilhar sua jornada espiritual com ela.
  • Responsabilidade no seguimento de Cristo:
  • Entende que seguir a Cristo implica sair da zona de conforto e desapegar-se de apegos mundanos.
  • Cristo como guia e companhia:
  • Coloca Jesus como guia constante em seu caminho espiritual, oferecendo orientação e apoio.
  • Caminho marcado por valores cristãos:
  • Descreve o caminho como sendo pautado por fé, amor, justiça, esperança e solidariedade, refletindo os princípios de Cristo.
  • Testemunho e seguimento:
  • Entende a importância de dar testemunho da fé e de seguir os passos de Cristo no mundo.
  • Oração por crescimento espiritual:
  • Expressa o desejo de aprender continuamente com Jesus, buscando ser melhor a cada dia e cultivando a empatia pelo próximo.
  • Profundo amor por Jesus:
  • Demonstração de um amor sincero e profundo por Cristo.
  • Desejo de imitar  São Francisco de Assis:
  • Aspira a seguir o exemplo de São Francisco, dedicando-se a obras de amor e caridade em sua própria vida.

Que o Senhor continue a guiar seus passos e a fortalecer seu desejo de ser um instrumento de amor e caridade no mundo, seguindo os ensinamentos de Cristo e imitando  o exemplo de São Francisco de Assis. Que Maria esteja sempre ao seu lado, intercedendo por si Amém.

 Inicio