03 21 Jo 8, 51-59  Quinta    Antes de Abraaão aparecer Eu sou

03 21 Jo 8, 51-59  Quinta    Antes de Abraaão aparecer Eu sou

É PRECISO CAMINHAR: março 2020

«Abraão, vosso pai, exultou por ver o meu dia»

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João

Naquele tempo, disse Jesus aos judeus: «Em verdade, em verdade vos digo: Se alguém guardar a minha palavra, nunca verá a morte». Responderam-Lhe os judeus: «Agora sabemos que tens o demónio. Abraão morreu, os profetas também, mas Tu dizes: ‘Se alguém guardar a minha palavra, nunca sofrerá a morte’. Serás Tu maior do que o nosso pai Abraão, que morreu? E os profetas também morreram. Quem pretendes ser?» Disse-lhes Jesus: «Se Eu Me glorificar a Mim próprio, a minha glória não vale nada. Quem Me glorifica é meu Pai, Aquele de quem dizeis: ‘É o nosso Deus’. Vós não O conheceis, mas Eu conheço-O; e se dissesse que não O conhecia, seria mentiroso como vós. Mas Eu conheço-O e guardo a sua palavra. Abraão, vosso pai, exultou por ver o meu dia; ele viu-o e exultou de alegria». Disseram-Lhe então os judeus: «Ainda não tens cinquenta anos e viste Abraão?!» Jesus respondeu-lhes: «Em verdade, em verdade vos digo: Antes de Abraão existir, ‘Eu sou’». Então agarraram em pedras para apedrejarem Jesus, mas Ele ocultou-Se e saiu do templo.

Palavra da salvação.

REFLEXÃO 


Jesus, como a nova aliança de Deus com a humanidade, promete vida eterna aos que guardam sua palavra. Ele é o cumprimento das promessas a Abraão e o próprio Deus encarnado. Ao rejeitá-lo, seus ouvintes rejeitam a vida eterna. Acreditar Nele transforma nossa história em história de salvação.

Jesus, em quem Deus realiza a nova e definitiva aliança com a humanidade, afirma: «Em verdade, em verdade vos digo: Se alguém guardar a minha palavra, nunca verá a morte».

Os ouvintes reagiram negativamente à afirmação de Jesus pois não acreditavam em Jesus como Messias salvador. Jesus, acaba o seu discurso apresentando-se como o centro da história da Salvação, a plena realização das promessas feitas a Abraão. Ele pode dizer com verdade: «Garanto-vos: antes que Abrãao existisse, Eu sou» (v. 58) Ele é Deus, existe desde o princípio (cf. Jo 1,1), «é o mesmo, ontem e hoje e será sempre o mesmo.» (HB 13,8). Então apanharam pedras para lhas atirar, mas Jesus escondeu-se e saiu do templo”. 

Termina assim o capítulo 8 do Evangelho de S. João sobre os discursos de autodefesa e as invectivas de Jesus contra os seus inimigos. 

Cristo é a vida nova de Deus, a bênção e a salvação para todo o homem e todos s povos. Em Cristo a vida venceu definitivamente a morte, e a sua glória capacita para a vida e a esperança sem fim todo aquele que crê nele.

Entrando com humildade no mundo transforma-o em «casa de Deus», fazendo parte da nossa história contingente torna-a história da salvação divina, tomando sobre Si a natureza humana eleva-a à esfera divina. Ele é o maior dom que o Senhor deu à Humanidade.

Acreditar na sua palavra leva-nos a aceitar o projeto que Ele escolheu para cada um de nós. É estabelecer com Ele continuamente uma relação de amor, um fluxo e refluxo de gratuidade e gratidão.

Um caminho seguro para encontrar Jesus é amar os irmãos, especialmente os mais pobres, em quem ele se encarna. Nesta Quaresma é urgente aprofundar o contacto pessoal com Cristo através do amor a ele e aos outros.

ORAÇÃO 

Deus de Abraão, Deus dos que crêem e esperam, bendizemos-vos pelo vosso Filho ressuscitado, porque nos deu a vitória definitiva sobre a morte.

Ajuda-nos a dar o passo para uma fé consciente e madura, conduz-nos a conhecer a fundo Jesus Cristo, nosso salvador. Renova as nossas vidas e fecunda os nossos corações com a graça do vosso Espírito que dá vida para sempre.

PARTILHA

Jo 8, 51-59 

Dia 21 Eelmoh