08 22  Mt 19, 23-30  Terça Feira  Os perigos da riqueza … Virgem Santa Maria rainha

É mais fácil passar um camelo pelo fundo duma agulha do que um rico entrar no reino de Deus» Mt 19, 23-30

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Em verdade vos digo: Um rico dificilmente entrará no reino dos Céus. É mais fácil passar um camelo pelo fundo duma agulha do que um rico entrar no reino de Deus». Ao ouvirem estas palavras, os discípulos ficaram muito admirados e disseram: «Quem poderá então salvar-se?». Jesus olhou para eles e respondeu: «Aos homens isso é impossível, mas a Deus tudo é possível». Então Pedro tomou a palavra e disse-Lhe: «Nós deixámos tudo para Te seguir. Que recompensa teremos?». Jesus respondeu: «Em verdade vos digo: No mundo renovado, quando o Filho do homem vier sentar-Se no seu trono de glória, também vós que Me seguistes vos sentareis em doze tronos para julgar as doze tribos de Israel. E todo aquele que tiver deixado casas, irmãos, irmãs, pai, mãe, filhos ou terras, por causa do meu nome, receberá cem vezes mais e terá como herança a vida eterna. Muitos dos primeiros serão os últimos e muitos dos últimos serão os primeiros».

REFLEXÃO

O evangelho de hoje continua o tema de ontem e tem duas partes: Reflexões de Jesus sobre os perigos da riqueza e a recompensa daquele que segue Cristo na pobreza.

Depois do jovem rico, prisioneiro da sua riqueza, ter rejeitado o convite a um seguimento radical de Deus. Jesus declara: “Dificilmente entrará um rico no Reino dos céus.”.

Os discípulos ficaram surpreendidos com a afirmação do mestre pois contrariava a tradição judaica, segundo a qual a riqueza era uma bênção de Deus.

“Então, quem pode salvar-se? Teremos então salvação? O que é impossível para os homens, é possível para Deus, que pode tudo, responde Jesus. O homem não pode salvar-se a si mesmo; Deus é o único que salva, tanto os ricos como os pobres. O reino de Deus não se ganha, como pensava o jovem, tal como os fariseus, com os próprios méritos e bens, antes recebe-se gratuitamente de Deus como a luz do dia em cada manhã. Ele dá o seu amor e o seu Reino a quem se abandona nas suas mãos e deixa tudo para seguir Cristo e o seu evangelho.

Seguir Jesus implica uma relação pessoal com Cristo ,responder no silêncio mais profundo do seu ser: Aqui estou, conta comigo, Senhor.

Assim procederam os profetas, os apóstolos e os voluntários da pobreza total, optando pelo estilo de Jesus e pela disponibilidade absoluta do “faça-se” de Maria, a mãe do Senhor.

ORAÇÃO

Dá-nos , Senhor , um coração de pobre, despojado de tudo para entrarmos no verdadeiro caminho alegre de libertação.

Vós que tornais possível o que ao homem é impossível, dá-nos o vosso Espírito para levar a cabo essa tarefa, ordenando a vida em função dos valores do Reino.