09 27 Lc 9, 51-56 Terça Feira (Santo Vicente de Paulo)

09 27 Lc 9, 51-56 Terça Feira (Santo Vicente de Paulo)

Evangelho de s. Lucas capitulo 9 de 51-56 Em poucas descreve a subida de Jesus para Jerusalém do Evangelho de S. Lucas começa com a resolução de Jesus de subir a Jerusalém, a recusa dos samaritanos em lhe conceder hospedagem, a reação negativa dos discípulos a procurar ajuste de contas e finalmente Jesus a apresentar o seu novo estilo de vida .

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo S. Lucas

EVANGELHO Lc 9, 51-56
«Tomou a decisão de Se dirigir a Jerusalém»

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
Aproximando-se os dias de Jesus ser levado deste mundo, Ele tomou a decisão de Se dirigir a Jerusalém e mandou mensageiros à sua frente. Estes puseram-se a caminho e entraram numa povoação de samaritanos, a fim de Lhe prepararem hospedagem. Mas aquela gente não O quis receber, porque ia a caminho de Jerusalém. Vendo isto, os discípulos Tiago e João disseram a Jesus: «Senhor, queres que mandemos descer fogo do céu que os destrua?». Mas Jesus voltou-Se e repreendeu-os. E seguiram para outra povoação.
Palavra da salvação.

REFLEXÃO EVANGELHO Lc 9, 51-56«Tomou a decisão de Se dirigir a Jerusalém»

às cidades da Samaria que O não querem acolher.

REFLEXÃO

Jesus toma a resolução de subir a Jerusalém, para aí sofrer a paixão.  Ele sabia que se estava aproximando a hora em que iria se concretizar o plano de congregar todos os povos e promover a unidade do Amor de Deus no vínculo da paz.

Os discípulos não entendiam a sua perspetiva de vida e por isso perante a  recusa dos samaritanos em acolherem Jesus quiseram, então, mostrar força e poder valendo-se dos dons que Ele possuía.

No entanto, o pensamento de Jesus era completamente diferente do que o mundo pregava e a Sua justiça era diversa do que imaginavam os Seus discípulos.

 Dessa forma, Jesus repreendeu aos discípulos que pretendiam pedir fogo do céu para destruir os samaritanos, seus inimigos, mostrando que a caridade deve prevalecer em todas as nossas ações.  

Esta atitude de Jesus deve levar-nos a pensar  sobre o valor para a nossa vida quando nos depararmos com as pessoas que não nos aceitam ou recusam a nossa companhia. Passar adiante evitando o confronto é o melhor que podemos fazer.

 Toda a vida de Jesus é um caminhar para Jerusalém para cumprir a sua missão Examinemo-nos a nós próprios para sabermos a razão última das nossas opções Ele envia-nos continuamente mensageiros e sinais da sua presença e da sua vontade. Respondamos ao modo de Jesus Cristo: Onde houver ódio que eu leve o amor …

Como cristãos aprendamos a usar o verdadeiro método de levar as pessoas a Deus. Recordemos S. Francisco de Assis e o seu canto maravilhoso que nos convida diariamente  a semear a paz e o amor

ORAÇÃO

Senhor Jesus Cristo que vos encaminhaste decididamente pelo caminho da Cruz sem murmurar, dai-nos o vosso Espírito para sermos sinal de salvação para todos os povos