03-23 Quarta-feira da semana III

Quarta-feira da semana III

Evangelho de hoje (Mateus 5,17-19) - Egídio Serpa | Egídio Serpa - Diário  do Nordeste

 

 

EVANGELHO Mt 5, 17-19
«Será grande quem praticar e ensinar os mandamentos»

Toda a palavra de Deus é lei para a nossa vida e luz para os nossos caminhos, mas é na palavra de Jesus, o Filho de Deus, Ele próprio a Palavra feita homem, que essa lei e essa luz se tornam mais claras e mais luminosas. Ele é a última Palavra. Neste tempo da Quaresma, o primeiro alimento que nos é proposto é precisamente a Palavra de Deus, porque, como o lembra logo no Primeiro Domingo a leitura do Evangelho, ‘nem só de pão vive o homem’, o que outro Evangelista completa, dizendo: ‘Mas de toda a palavra que sai da boca de Deus’.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas; não vim revogar, mas completar. Em verdade vos digo: Antes que passem o céu e a terra, não passará da Lei a mais pequena letra ou o mais pequeno sinal, sem que tudo se cumpra. Portanto, se alguém transgredir um só destes mandamentos, por mais pequenos que sejam, e ensinar assim aos homens, será o menor no reino dos Céus. Mas aquele que os praticar e ensinar será grande no reino dos Céus».
Palavra da salvação.

 

REFLEXÃO

 

— Reflexão
A lei, no tempo de Jesus, era considerada pelas autoridades religiosas, um baluarte seguro onde residia toda a sabedoria humana e divina.
Jesus assume uma atitude respeitosa perante a lei mosaica: No Evangelho afirma “Não penseis que vim abolir a lei ou os profetas: não vim abolir, mas dar-lhes pleno cumprimento”. Jesus eleva a antiga lei mosaica e todo o Antigo Testamento a uma perfeição de plenitude.
Jesus não vem destruir a lei mosaica, veio dar-lhe com os seus ensinamentos e conduta pessoal um alcance novo e definitivo no qual se realiza em plenitude a finalidade que a lei pretendia. S. Paulo afirma expressamente: “O fim da lei é Cristo, para justificação de todo o que crê” (Rm 10,4).
A lei da nova aliança, alcança-se no mistério pascal de Cristo, Filho de Deus, morto e ressuscitado pela salvação do homem a quem Deus ama.
Os rabinos enumeravam até 613 preceitos na lei do Pentateuco, e classificavam-nos em grandes e pequenos, de acordo com a sua importância. A fiel observância de todos eles assegurava a justiça ou santidade de escribas e fariseus. Mas essa fidelidade a Deus não valia para alcançar o seu Reino, dirá Jesus, porque era autossuficiente e ficava-se pela letra.
A fidelidade do discípulo de Cristo terá de ultrapassar a dos escribas e fariseus mediante uma submissão amorosa à vontade de Deus. Esta vai mais além da observância da letra da lei, porque “se não sois melhores que os escribas e fariseus, não entrareis no Reino dos céus”.

 

 

Liturgia diária

Agenda litúrgica

2022-03-23

Quarta-feira da semana III

Roxo – Ofício da féria.
Missa da féria, pf. da Quaresma.

L1: Deut 4, 1. 5-9; Sal 147, 12-13. 15-16. 19-20
Ev: Mt 5, 17-19

* Pode celebrar-se a memória de S. Turíbio de Mongrovejo, bispo, como se indica na p. 33, n. 9.

Missa

ANTÍFONA DE ENTRADA Salmo 118, 133
Firmai os meus passos segundo a vossa promessa
e livrai-me de toda a iniquidade.

ORAÇÃO COLECTA
Concedei-nos, Senhor, que, instruídos pela observância quaresmal e alimentados pela vossa palavra, nos consagremos totalmente a Vós e perseveremos unidos na oração. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

LEITURA I Deut 4, 1.5-9
«Observai e ponde em prática os preceitos do Senhor»

Depois de nos terem sido apresentados, nos dias anteriores, o tema do Baptismo e o da penitência, apresenta-se hoje o tema dos mandamentos: filhos de Deus, havemos de viver nos caminhos de Deus que a sua própria palavra nos indica. É essa palavra que fará do povo de Deus ‘o povo tão sabedor e tão inteligente’, como não há outro, porque é a palavra de Deus o seu mestre e o seu guia.

Leitura do Livro do Deuteronómio
Moisés falou ao povo, dizendo: «Agora, Israel, escuta os preceitos que vos dou a conhecer e põe-nos em prática, para que vivais e entreis na posse da terra que vos dá o Senhor, Deus dos vossos pais. Ensinei-vos estas leis e preceitos, conforme o Senhor, meu Deus, me ordenara, a fim de os praticardes na terra de que ides tomar posse. Observai-os e ponde-os em prática, porque eles serão a vossa sabedoria e a vossa prudência aos olhos dos povos, que, ao ouvirem falar de todas estas leis, dirão: ‘Que povo tão sábio e prudente é esta grande nação!’. Qual é, na verdade, a grande nação que tem a divindade tão perto de si como está perto de nós o Senhor, nosso Deus, sempre que O invocamos? E qual é a grande nação que tem mandamentos e decretos tão justos como esta lei que hoje vos apresento? Mas tende cuidado; prestai atenção para não esquecer tudo quanto viram os vossos olhos, nem o deixeis fugir do pensamento em nenhum dia da vossa vida. Ensinai-o aos vossos filhos e aos filhos dos vossos filhos».
Palavra do Senhor.

SALMO RESPONSORIAL Salmo 147, 12-13.15-16.19-20 (R. 12a)
Refrão: Jerusalém, louva o teu Senhor Repete-se

Glorifica, Jerusalém, o Senhor,
louva, Sião, o teu Deus.
Ele reforçou as tuas portas
e abençoou os teus filhos. Refrão

Envia à terra a sua palavra,
corre veloz a sua mensagem.
Faz cair a neve como a lã,
espalha a geada como cinza. Refrão

Revelou a sua palavra a Jacob,
suas leis e preceitos a Israel.
Não fez assim com nenhum outro povo,
a nenhum outro manifestou os seus juízos. Refrão

ACLAMAÇÃO ANTES DO EVANGELHO cf. Jo 6, 63c.68c
Refrão: Glória a Vós, Senhor, Filho do Deus vivo. Repete-se
As vossas palavras, Senhor, são espírito e vida:
Vós tendes palavras de vida eterna Refrão

EVANGELHO Mt 5, 17-19
«Será grande quem praticar e ensinar os mandamentos»

Toda a palavra de Deus é lei para a nossa vida e luz para os nossos caminhos, mas é na palavra de Jesus, o Filho de Deus, Ele próprio a Palavra feita homem, que essa lei e essa luz se tornam mais claras e mais luminosas. Ele é a última Palavra. Neste tempo da Quaresma, o primeiro alimento que nos é proposto é precisamente a Palavra de Deus, porque, como o lembra logo no Primeiro Domingo a leitura do Evangelho, ‘nem só de pão vive o homem’, o que outro Evangelista completa, dizendo: ‘Mas de toda a palavra que sai da boca de Deus’.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Não penseis que vim revogar a Lei ou os Profetas; não vim revogar, mas completar. Em verdade vos digo: Antes que passem o céu e a terra, não passará da Lei a mais pequena letra ou o mais pequeno sinal, sem que tudo se cumpra. Portanto, se alguém transgredir um só destes mandamentos, por mais pequenos que sejam, e ensinar assim aos homens, será o menor no reino dos Céus. Mas aquele que os praticar e ensinar será grande no reino dos Céus».
Palavra da salvação.

ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS
Aceitai, Senhor, com estas ofertas as orações dos vossos fiéis e defendei de todos os perigos o povo que celebra estes santos mistérios. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Prefácio da Quaresma

ANTÍFONA DA COMUNHÃO Salmo 15, 11
O Senhor me ensinará o caminho da vida,
a seu lado viverei na plenitude da alegria.

ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO
Santificai-nos, Senhor, com o alimento recebido nesta mesa celeste, para que, livres de todos os erros, sejamos dignos das vossas promessas. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Santo

S. TURÍBIO DE MONGROVEJO, bispo