03 14 Segunda-feira da semana II

Agenda litúrgica

2022-03-14

03 14 Lc 6, 36-38 Segunda Feira

Evangelho de hoje (Lucas 6,36-38) - Egídio Serpa | Egídio Serpa - Diário do  Nordeste

EVANGELHO Lc 6, 36-38

«Perdoai e sereis perdoados»

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Sede misericordiosos, como o vosso Pai é misericordioso. Não julgueis e não sereis julgados. Não condeneis e não sereis condenados. Perdoai e sereis perdoados. Dai e dar-se-vos-á: deitar-vos-ão no regaço uma boa medida, calcada, sacudida, a transbordar. A medida que usardes com os outros será usada também convosco».

Palavra da salvação.

REFLEXÃO

                 Quando   pedimos perdão imitamos o Deus da misericórdia   e estabelecemos   uma cadeia de amor  com os nossos irmãos.

   O Evangelista Lucas define Deus como amor Daí se conclui que a verdadeira grandeza do homem, o que o realiza como tal, é refletir essa imagem do Deus santo que leva consigo. Demasiadas vezes a ocultamos com a nossa maldade  e sede de vingança

Reconhecer que somos pecadores é a nossa única saída para a libertação e a salvação de Deus. Por isso nos diz hoje Jesus: Perdoai para ser perdoados, amai para ser amados. A vida de cada dia oferece-nos a oportunidade de abrir os nossos corações à generosidade ou então fecharmo-nos na nossa própria mesquinhez e intransigência.

Não temos outra opção: ou crescemos em estatura espiritual através do amor que perdoa e aceita os outros com as suas limitações humanas, ou diminuímos

            A Lei do perdão não nos parecerá uma lei imposta exteriormente, mas uma consequência necessária que brota da nossa condição de pecadores perdoados. Nós  próprios necessitamos desse perdão gratuito de Deus, mas que, porém, somos objecto do mesmo, as coisas mudam.

Converter-se a Deus   ser humilde e sincero facilita enormemente o caminho para o perdão fraterno, a tolerância mútua, a compreensão que evita os juízos condenatórios e a reconciliação que abraça o irmão.

Tudo isto porque acreditamos nos outros, na sua  bondade e sempre recuperável para o bem, sabendo que as falhas que tão claramente vemos no próximo são as nossas também.

Quando participarmos na Eucaristia reconheçamos  que somos de facto pecadores e necessitamos do seu perdão

ORAÇÃO

Bendizemos-te, Senhor, porque nos amais e perdoais. Confessamos que pecámos contra vós  e os irmãos.

Senhor, não nos trateis como merecem os nossos pecados. Ensinai-nos a ser indulgentes como sois

MEDITAÇÃO

https://www.eelmoh-dictof.com/wp-content/uploads/2022/03/O-Perdao-Ludmila-Ferber1.mp3

O Perdão – Ludmila Ferber Letra

Acima do bem e do mal

Reina o amor, vive o perdão                                            

Perdão revelado na cruz do calvário

Naquele que foi oprimido e humilhado em meu lugar

Perdão para ter as feridas curadas

Perdão liberado, sem mágoas

Me faz livre pra adorar

É preciso ceder (para ganhar)

É preciso lutar (pra ser feliz)

É preciso pedir (e dar perdão)

Porque assim se vence a dor

Porque assim se vence tudo

Porque assim se faz mais forte o coração

para ganhar

(É preciso lutar) pra ser feliz

(É preciso pedir) e dar perdão

Porque assim se vence a dor

Porque assim se vence tudo

Porque assim se faz mais forte o coração

Porque assim se faz mais forte o coração

Porque assim se faz mais forte o coração

***********************************************************************************************************************************************

 

CELEBRAÇÃO EUCARISTICA

1ª LEITURA SALMO E EVANGELHO

  • LEITURA I Dan 9, 4b-10 «Pecámos, cometemos injustiças e iniquidades»
  • SALMO RESPONSORIAL Salmo 78 (79), 8.9.11.13 (R. Salmo 102, 10a)
    Refrão: Não nos julgueis, Senhor, pelos nossos pecados. Repete-se
  • Pedir perdão é imitar o Deus da misericórdia
  • Onde se encontra a verdadeira grandeza do homem?
  • O que nos leva a aproximar-nos cada dia de Deus ou a afastarmo-nos?
  • Que significa converter-se a Deus
  • Qual o significado da Eucaristia em relação ao perdão
  •  

Dos nossos estimados leitores

Perdão, caminho de amor incondicional, reconhecimento das nossa fraquezas, do que temos de evoluir,…humildade, sentido único, como verdadeiros filhos de Deus, Eucaristia, momento unico, grandioso, presença de Deus no Altar, momento incomparável, louvar a Deus, ao Pai, …. A nossa vida física, possibilidade de nos aproximarmos de Deus, em todos os nossos momentos,….Deus, pai, amigo,….. (Bruno – Murches)

Segunda-feira da semana II



L1: Dan 9, 4b-10; Sal 78 (79), 8. 9. 11. 13
Ev: Lc 6, 36-38

Missa

ANTÍFONA DE ENTRADA Salmo 25, 11-12
Salvai-me, Senhor, e tende piedade de mim. Os meus pés seguem o caminho recto. Nas assembleias bendirei o Senhor.

ORAÇÃO COLECTA
Deus de infinita misericórdia, que nos ordenais a penitência do corpo para remédio do espírito, concedei que possamos evitar todo o pecado e cumprir fielmente as exigências da vossa lei. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

LEITURA I Dan 9, 4b-10
«Pecámos, cometemos injustiças e iniquidades»

De novo, uma liturgia penitencial, que não é de estranhar neste tempo. Penitencial não quer dizer triste; quer dizer antes denúncia do pecado, chamamento à conversão, anúncio do perdão e da misericórdia do Pai. O primeiro passo na conversão é o reconhecimento, diante de Deus, da situação de pecador. E logo surge a oração humilde e confiante de quem pede o perdão, como a de Daniel, o cativo da Babilónia.

Leitura da Profecia de Daniel
Senhor, Deus grande e terrível, que sois fiel à aliança e à mi¬¬sericórdia para com os que Vos amam e observam os vossos mandamentos! Nós pecámos, cometemos injustiças e iniquidades, fomos rebeldes, afastando-nos dos vossos mandamentos e preceitos. Não escutámos os profetas, vossos servos, que em vosso nome falavam aos nossos reis, aos nossos chefes e antepassados e a todo o povo da nação. Em Vós, Senhor, está a justiça; em nós recai a vergonha que sentimos no rosto, como sucede neste dia aos homens de Judá, aos habitantes de Jerusalém e a todo o Israel, aos que estão perto e aos que estão longe, em todos os países para onde os dispersastes por causa das infidelidades que contra Vós cometeram. Sobre nós, Senhor, recai a vergonha que sentimos no rosto, sobre os nossos reis, chefes e antepassados, porque pecámos contra Vós. No Senhor, nosso Deus, está a misericórdia e o perdão, porque nos revoltámos contra Ele e não escutámos a voz do Senhor, nosso Deus, seguindo as leis que nos dava por meio dos profetas, seu servos.
Palavra do Senhor.

SALMO RESPONSORIAL Salmo 78 (79), 8.9.11.13 (R. Salmo 102, 10a)
Refrão: Não nos julgueis, Senhor, pelos nossos pecados. Repete-se

Não recordeis, Senhor, contra nós
as culpas dos nossos pais.
Corra ao nosso encontro a vossa misericórdia,
porque somos tão miseráveis. Refrão

Ajudai-nos, ó Deus, nosso salvador,
para glória do vosso nome.
Salvai-nos e perdoai os nossos pecados,
para glória do vosso nome. Refrão

Chegue à vossa presença, Senhor,
o gemido dos cativos;
pela omnipotência do vosso braço,
libertai os condenados à morte. Refrão

E nós, vosso povo,
ovelhas do vosso rebanho,
louvar-Vos-emos para sempre
e de geração em geração cantaremos a vossa glória.
Refrão

ACLAMAÇÃO ANTES DO EVANGELHO cf. Jo 6, 63c.68c
Refrão: Glória a Vós, Senhor, Filho do Deus vivo. Repete-se
As vossas palavras, Senhor, são espírito e vida:
Vós tendes palavras de vida eterna. Refrão

EVANGELHO Lc 6, 36-38
«Perdoai e sereis perdoados»

O homem, feito em santidade à imagem de Deus, também agora, ao suplicar o perdão de seus pecados, há-de imitar o Pai das misericórdias, há-de perdoar a quem o ofendeu, como numa cadeia de amor, de Deus ao pecador, deste ao seu irmão.

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Sede misericordiosos, como o vosso Pai é misericordioso. Não julgueis e não sereis julgados. Não condeneis e não sereis condenados. Perdoai e sereis perdoados. Dai e dar-se-vos-á: deitar-vos-ão no regaço uma boa medida, calcada, sacudida, a transbordar. A medida que usardes com os outros será usada também convosco».
Palavra da salvação.

ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS
Atendei, Senhor, as nossas súplicas e livrai das seduções terrenas aqueles a quem destes a graça de celebrar os mistérios celestes. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Prefácio da Quaresma

ANTÍFONA DA COMUNHÃO Lc. 6, 36
Sede misericordiosos,
como o vosso Pai celeste é misericor¬dioso, diz o Senhor.

ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO
Concedei-nos, Senhor, que esta comunhão nos purifique do pecado e nos torne participantes da alegria celeste. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.