1107 Mc 12,38-44 Domingo XXXIII

Pode ser uma imagem de flor, árvore, ao ar livre e texto que diz "VICENTE «Esta pobre viúva deu mais do que todos os outros» Mc Mc12,38-44 12 38-44"

Paróquia de S.Vicente de Alcabideche

Ontem às 05:30  · «Se não fostes fiéis no que se refere ao vil dinheiro, quem vos confiará o verdadeiro bem?» Lc 16, 9-

15Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São LucasNaquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: «Arranjai amigos com o vil dinheiro, para que, quando este vier a faltar, eles vos recebam nas moradas eternas. Quem é fiel nas coisas pequenas também é fiel nas grandes; e quem é injusto nas coisas pequenas, também é injusto nas grandes. Se não fostes fiéis no que se refere ao vil dinheiro, quem vos confiará o verdadeiro bem? E se não fostes fiéis no bem alheio, quem vos entregará o que é vosso? Nenhum servo pode servir a dois senhores, porque, ou não gosta de um deles e estima o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e ao dinheiro». Os fariseus, que eram amigos de dinheiro, ouviam tudo isto e escarneciam de Jesus. Então Jesus disse-lhes: «Vós quereis passar por justos aos olhos dos homens, mas Deus conhece os vossos corações. O que vale muito para os homens nada vale aos olhos de Deus».

REFLEXÃO Enquanto peregrinos neste mundo, precisamos do dinheiro “injusto” para sobreviver. O dinheiro injusto compra as coisas passageiras, mas não serve para nos comprar o céu. Só Deus pode avaliar o modo como ganhamos esse dinheiro e como o usamos.Dependendo do modo como usamos o dinheiro “injusto” que ganhamos, ele poderá se converter em boas obras as quais se transformarão em riquezas que nos esperarão no céu. Nas nossas pequenas ações diárias nós já demonstramos amor ou desamor. Às vezes, nós pensamos que seremos julgados apenas pelas grandes “coisas” que fazemos, no entanto, para Deus não importa o que realizamos, mas, o caráter com que nós fazemos essas “coisas”. “O que é importante para os homens é detestável para Deus”, diz-nos Jesus. Desse modo, vejamos, se o que tem sido “tão importante” para nós, é abominável para Deus, porque ainda é tempo de conversão. A chave da nossa felicidade aqui na terra está na maneira como nos relacionamos uns com os outros, bem como na reciprocidade com que cultivamos o amor, mandamento maior da lei de Deus. Tudo o mais, os nossos bens materiais, são apenas instrumentos para desenvolver entre nós a vivência do amor.Perguntemos a nós mesmos : Como usamos o dinheiro que ganhamos? Com justiça, só para comprar as coisas do mundo? – Os bens adquiridos são para adquirir um tesouro no céu? – Investimos o dinheiro em coisas desnessárias? Investimos o dinheiro nos que precisam? Se o dinheiro é o primeiro na nossa vida, não somos discípulos de Cristo, que sendo rico se fez pobre para nos enriquecer com a sua pobreza e proclamou bem-aventurados os pobres.

ORAÇÃO Senhor Jesus, que sendo rico vos fizestes pobre para nos enriquecer a todos com a tua pobreza, ajudai-nos a manter-nos na fidelidade quotidiana para que, servindo a Deus e não ao dinheiro, possamos confiar-vos o verdadeiro bem: o Reino.Canto de Meditação Jesus sendo rico fez-se pobre https://www.eelmoh-dictof.com/…/Cristoricofez-sepobre.mp3Pe Abílio Nunes, SDB

15Mira Cristina M, Bruno Andrade e 13 outras pessoas3 comentáriosGostoComentarPartilhar

3 comentários

Mais relevantesOnlineEscreve um comentário…

  • José PereiraQUEM VOS CONFIARÁO VERDADEIRO BEM … Ver mais1
    • Gosto
    •  · Responder
    •  · 21 h
    •  · Editado

Ver mais 2 comentáriosParóquia de S.Vicente de Alcabideche5 de novembro às 22:50  · Na comunidade das irmãs Concepcionistas Franciscanas Estoril aqui na Paróquia de S.Vicente de Alcabideche