TERÇA-FEIRA da semana XIV

Liturgia diária (09.07)

Introdução 

Aqui estou Senhor para fazer a vossa vontade: Oferecer-me. Estou para caminhar. Os meus passos lentos ainda mas quero fazer caminho para vós: Quero descobrir a minha História a história da minha vida Quero sentir-me em PAZ comigo e com os outros 

 Palavra  

Somos peregrinos. Caminhamos na noite escura da VIDA guiados por uma luz muitas vezes pequenina a luz da FÉ. E esta apaga-se quase por completo. Não vemos nada: Sentimos medo, incerteza : Somos como Jacob lutando sem saber com Aquele que nos deu o Ser. Lutamos e rendemo-nos à descoberta: Abençoa-me Senhor: Que quereis de mim, Senhor?  

Surge a manhã . Esta manhã que nos faz lembrar os marcantes dias da nossa VIDA: Os nossos pequeninos sins transformados em SINS grandes . …Mas a manhã raiou .Os nossos olhos vê,m claramente a luz e nós crescemos interiormente e compreendemos que a vida é uma doação e uma continua descoberta de um Deus que me quer  a trabalhar no seu reino e que todos os dias me convida  esperança de contemplar o seu rosto como o do Salmista.  

E este Deus de Abraão de Isaac e de Jacob revela-se com mais intensidade em JC  e penetra nosso ser e nos convida a olharmos para uma humanidade onde os dirigentes, os senhores do mundo são cegos e mudos .  Não vêm e não ouvem os clamores de DEUS  …Somos convidados na nossa pequenez a fazer o mesmo papel do seu filho – remover os obstáculos para instaurar a Boa Nova do Reino . Sentimos sem  dúvida a nossa pequenez perante as potências do mal mas lutemos e sigamos os conselhos de Jesus: Faz a tua parte,  trabalha na minha messe , pede operários para a sua colaboração  

Lutemos diariamente contra DEUS. Como ? Sabemo-lo bem: A oração é a única arma que vence a DEUS . Tem poder de transformar a nossa vida  o nosso coração de justiceiro a misericordioso e indicarmos o o caminho firme para a verdadeira paz e alegria …e a grande descoberta da pertença à Igrje ade JC 

Ide  

Ide como peregrinas de DEUS  amunciar a grande alegria da descoberta do valor da nossa entrega ao Senhor. Aguardemos as surpresas que Ele hoje nos vai trazer… 

 

 **********************************************************************************************

  2019-07-09  L 1 Gen 32, 22-32 (hebr. 23-33); Sal 16 (17), 1. 2-3. 6-7. 8b-9a e 15  

Ev Mt 9, 32-38  

Tópicos para comprender a PALAVRA  (1ª leitura)  

  • Noite: medo e  incerteza do homem e luta  contra  Deus. 
  •   Fica  Esgotado, purificado e fortificado mas sente a presença de DEUS 
  • Vi a Deus face a face  – Despoja-se de tudo e rende-se a Deus 
  • “Israel” forte contra Deus  Mudança de nome. Reviravolta na sua vida : Torna-se um homem novo.
  • No nosso caso A noite (o retiro) faz-nos abandonar os  ídolos : soluções de conforto e  oportunismos 
  • Surge o dia. . Jacob tornou-se um homem novo  a formarem homens novos…Bênção de Jacob estende-se a todo o Israel  
  • LEITURA I (anos ímpares) Gen 32, 22-32 (hebr. 23-33) «O teu nome será Israel, porque lutaste com Deus e com os homens e saíste vencedor»  
  • Na estranha personagem com quem entra em luta, Jacob descobre a presença do próprio Deus, e não descansa enquanto d’Ele não obtém a bênção. Este acontecimento misterioso, pretende, em última análise, explicar o significado do nome de “Israel”, ‘forte contra Deus’, e indicar que a bênção que Jacob recebe de Deus se estenderá a todo o povo que levará o seu nome, o povo de Israel.  
  • SALMO RESPONSORIAL Salmo 16 (17), 1.2-3.6-7.8b-9a e 15  (R. cf. 15a) Refrão: Pela vossa bondade, Senhor, espero contemplar o vosso rosto. Repete-se  
    – cuidados de Deus pelo homem 
  • Tópicos para comprender a PALAVRA  (Evangelho) 
  • Cego e mudo : A situação dos chefes do Judaismo : São cegos e mudos… Cristo vem ser  o homem novo 
  • Cura: Remoção de todos os obstáculos para instaurar a Boa Nova do Reino 
  • A compaixão do Mestre e o convite a rezar : Huamidade doente e esgotada 
  • Abramo-nos a Ele com confiança e constança 

Eucaristia  (FMA -09/07 -Linhó)  

Para ser capaz de reconhecer a intervenção de Deus é necessário ter-se um coração simples, como o de uma criança. Foi assim já no tempo de Jesus: os simples tinham fé, os entendidos negavam-se até ao que era evidente. Jesus nem por isso desiste de anunciar o reino de Deus; só lamenta que poucos se entreguem ao trabalho que este reino exige. Mas esses serão sempre um dom de Deus; é necessário, pois, pedir que Ele os envie. Sem a luz da Palavra de Deus, os homens transviam-se e perdem-se. Quem lha anunciará? 

il

LEITURA I (anos ímpares) Gen 32, 22-32 (hebr. 23-33) 
«O teu nome será Israel, 
porque lutaste com Deus e com os homens e saíste vencedor» 

Na estranha personagem com quem entra em luta, Jacob descobre a presença do próprio Deus, e não descansa enquanto d’Ele não obtém a bênção. Este acontecimento misterioso, pretende, em última análise, explicar o significado do nome de “Israel”, ‘forte contra Deus’, e indicar que a bênção que Jacob recebe de Deus se estenderá a todo o povo que levará o seu nome, o povo de Israel. 

The Gospel brings new life and freedom 
Whenever the Gospel is proclaimed God’s kingdom is made manifest and new life and freedom is given to those who respond with faith. The Lord grants freedom to all who turn to him with trust. Do you bring your troubles to the Lord with expectant faith that he can set you free? The Lord invites us to pray that the work of  the Gospel may spread throughout the world, so that all may find true joy and freedom in Jesus Christ.

“Lord Jesus, may your kingdom come to all who are oppressed and in darkness. Fill my heart with compassion for all who suffer mentally and physically. Use me to bring the good news of your saving grace and mercy to those around me who need your healing love and forgiveness.”


Leitura do Livro do Génesis 
Naqueles dias, Jacob levantou-se de noite, tomou consigo as duas esposas, as duas servas e os onze filhos e atravessou o vau do Jaboc. Ajudou-os a passar a torrente com tudo o que possuía e ficou para trás sozinho. Então um homem lutou com ele até ao romper da aurora e, ao ver que não podia dominá-lo, atingiu-lhe a articulação da coxa, de modo que o tendão da coxa de Jacob se deslocou, enquanto lutava com ele. O homem disse-lhe: «Deixa-me ir, que já raiou a aurora». Mas Jacob respondeu-lhe: «Não te deixarei, enquanto não me abençoares». O homem perguntou-lhe: «Qual é o teu nome?». Ele respondeu: «Jacob». Então o homem disse-lhe: «Já não te chamarás Jacob, mas Israel, porque lutaste com Deus e com os homens e saíste vencedor». Pediu-lhe então Jacob: «Rogo-te que me reveles o teu nome». Mas ele respondeu: «Porque queres saber o meu nome?». E abençoou-o. Jacob deu àquele lugar o nome de Penuel, «porque – disse ele – vi a Deus face a face e a minha vida foi salva». Já nascia o sol, quando Jacob atravessou Penuel; e manquejava de uma coxa. Se os israelitas, até ao presente, não comem o tendão que há na articulação da coxa, é porque Jacob foi atingido nesse tendão. 
Palavra do Senhor. 


SALMO RESPONSORIAL Salmo 16 (17), 1.2-3.6-7.8b-9a e 15 
(R. cf. 15a) 
Refrão: Pela vossa bondade, Senhor, 
espero contemplar o vosso rosto. Repete-se 

Ouvi, Senhor, uma causa justa, 
atendei a minha súplica. 
Escutai a minha oração, 
feita com sinceridade. Refrão 

Sede Vós a fazer o meu julgamento, 
pois vossos olhos vêem o que é recto. 
Se perscrutais o meu coração e o provais com o fogo, 
não encontrareis em mim iniquidade. Refrão 

Eu Vos invoco, meu Deus, respondei-me, 
ouvi-me e escutai as minhas palavras. 
Mostrai a vossa admirável misericórdia, 
Vós que salvais quem se acolhe à vossa direita. Refrão 

Protegei-me à sombra das vossas asas, 
longe dos ímpios que me fazem violência. 
Por minha parte, mereça eu contemplar a vossa face 
e, ao despertar, saciar-me com a vossa imagem. Refrão 


ALELUIA Jo 10, 14 
Refrão: Aleluia Repete-se 
Eu sou o bom pastor, diz o Senhor; 
conheço as minhas ovelhas e elas conhecem-Me. Refrão 




Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus 
Naquele tempo, apresentaram a Jesus um mudo possesso do demónio. Logo que o demónio foi expulso, o mudo falou. 
A multidão ficou admirada e dizia: «Nunca se viu coisa semelhante em Israel». Mas os fariseus diziam: «É pelo príncipe dos demónios que Ele expulsa os demónios». Jesus percorria todas as cidades e aldeias, ensinando nas sinagogas, pregando o Evangelho do reino e curando todas as doenças e enfermidades. Ao ver as multidões, encheu-Se de compaixão, porque andavam fatigadas e abatidas, como ovelhas sem pastor. Jesus disse então aos seus discípulos: «A seara é grande, mas os trabalhadores são poucos. Pedi ao Senhor da seara que mande trabalhadores para a sua seara». 
Palavra da salvação. 


ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS 
Fazei, Senhor, 
que a oblação consagrada ao vosso nome nos purifique 
e nos conduza, dia após dia, 
a viver mais intensamente a vida da graça. 
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, 
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. 


ANTÍFONA DA COMUNHÃO Salmo 33, 9 
Saboreai e vede como o Senhor é bom: 
feliz o homem que n’Ele se refugia. 
Ou Mt 11, 28 
Vinde a Mim, todos vós que andais cansados e oprimidos, 
e Eu vos aliviarei, diz o Senhor. 


ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO 
Senhor, que nos saciastes com estes dons tão excelentes, 
fazei que alcancemos os benefícios da salvação 
e nunca cessemos de cantar os vossos louvores. 
Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, 
que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.