07 06 EVANGELHO Mt 9, 14-17 Sabado

 

Momentos de partilha 

Analisemos este Evangelho 07 06  Mt 9, 14-17 Sábado  

A presença de Cristo é motivo de alegria para todos, trazendo renovação e celebração

EVANGELHO Mt 9, 14-17A pergunta central é a seguinte  «Podem os companheiros do esposo ficar de luto,enquanto o esposo estiver com eles?»No Evangelho de Mateus 9, 14-17, Jesus responde à pergunta sobre o jejum explicando que, enquanto Ele, o noivo, está presente, seus discípulos devem celebrar e alegrar-se. A tristeza e o jejum são apropriados apenas quando Ele não estiver mais fisicamente presente com eles.

Vamos agora ler o Evangelho
Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus

Naquele tempo, os discípulos de João Batista foram ter com Jesus e perguntaram-Lhe: «Por que motivo nós e os fariseus jejuam e os teus discípulos não jejuam?». Jesus respondeu-lhes: «Podem os companheiros do esposo ficar de luto, enquanto o esposo estiver com eles? Dias virão em que o esposo lhes será tirado: nesses dias jejuarão. Ninguém põe remendo de pano novo em vestido velho, porque o remendo repuxa o vestido e o rasgão fica maior. Nem se deita vinho novo em odres velhos; aliás, os odres rebentam, derrama-se o vinho e perdem-se os odres. Mas deita-se o vinho novo em odres novos e assim ambas as coisas se conservam».
Palavra da salvação.

As  ideias principais deste Evangelho são as seguintes 

  • A presença de Jesus como motivo de alegria:
  • Jesus compara sua presença à de um noivo em uma festa de casamento, onde os convidados devem se alegrar e não jejuar.
  • Esta alegria é apropriada enquanto Jesus, o “noivo”, está presente com seus discípulos.
  • A mudança com a ausência de Jesus:
  • Jesus indica que haverá um tempo em que Ele será tirado de seus discípulos, e então será o momento apropriado para jejuar.
  • Isto refere-se à sua futura morte e ausência física.
  • Parábola do remendo novo em roupaoo velha:
  • Jesus usa esta parábola para ilustrar que as práticas e tradições antigas (representadas pela roupa velha) não são compatíveis com a nova mensagem e estilo de vida que Ele traz (representado pelo remendo novo).
  • As novas práticas requerem uma nova abordagem.
  • Parábola do vinho novo em odres novos:
  • Semelhante à parábola anterior, esta enfatiza a incompatibilidade entre o novo ensinamento de Jesus e as velhas estruturas religiosas.
  • O “vinho novo” simboliza a nova aliança e ensinamento de Jesus, que precisa de “odres novos”, ou seja, uma nova mentalidade e forma de viver a fé.

Essas ideias centrais mostram que a presença de Jesus é um tempo de alegria e celebração, que sua ausência trará um tempo de reflexão e jejum, e que sua mensagem requer uma8 renovação completa das práticas religiosas antigas.

Depois de escutardes estas palavras ou lerdes o texto ides partilhar 

Para promover uma partilha rica e reflexiva entre os leitores deste Evangelho de Mateus 9, 14-17, podemos propor as seguintes perguntas:

  • Alegria na presença de Cristo:
  • Como experimenta a alegria da presença de Cristo na sua vida diária?
  • Pode compartilhar um momento em que sentiu uma profunda alegria por estar em comunhão com Jesus?
  • Jejum e ausência de Jesus:
  • Em que momentos de sua vida você sentiu a ausência de Jesus e como isso afetou sua prática de fé, como o jejum ou a oração?
  • Como você encontra forças e consolo durante esses momentos de ausência?
  • Renovação e novas práticas:
  • Que tradições ou práticas antigas em sua vida de fé poderiam ser renovadas à luz do ensinamento de Jesus sobre o remendo novo e o vinho novo?
  • Como você pode integrar as novas mensagens de Jesus em sua vida cotidiana e em sua comunidade?
  • Nova mentalidade e forma de viver a fé:
  • O que significa para você ser um “odre novo” que pode receber o “vinho novo” do ensinamento de Jesus?
  • Pode identificar uma área específica da sua vida onde você sente que precisa de uma mudança de mentalidade para viver plenamente os ensinamentos de Cristo?
  • Vivência comunitária:
  • Como sua comunidade pode celebrar mais a presença de Cristo e renovar suas práticas religiosas?
  • Que ações concretas podem ser tomadas para promover uma renovação espiritual coletiva?

Reflexão Final

Essas perguntas buscam incentivar uma reflexão profunda e pessoal, bem como um diálogo significativo sobre como cada indivíduo e comunidade pode viver mais plenamente a alegria e a renovação trazidas pela presença de Cristo. Que este exercício possa fortalecer a fé de todos e promover um crescimento espiritual contínuo.

Leia ou escute várias vezes e só depois responda . Seja conciso e preciso. Escreva apenas aquilo que sente .