0326 Sexta Feira_5ª Semana da Quaresma

 

(26/03)

                                           EVANGELHO Jo 10, 31-42        

Evangelho: João 10, 31-42

Naquele tempo, os judeus agarraram em pedras para apedrejarem Jesus, então32Jesus replicou-lhes: «Mostrei-vos muitas obras boas da parte do Pai; por qual dessas obras me quereis apedrejar?»33Responderam-lhe os judeus: «Não te queremos apedrejar por qualquer obra boa, mas por uma blasfémia: é que Tu, sendo um homem, a ti próprio te fazes Deus.»34Jesus respondeu-lhes: «Não está escrito na vossa Lei: ‘Eu disse: vós sois deuses,?35Se ela chamou deuses àqueles a quem se dirigiu a palavra de Deus – e a Escritura não se pode pôr em dúvida _36a mim, a quem o Pai consagrou e enviou ao mundo, como é que dizeis: ‘Tu blasfemas’, por Eu ter dito: ‘Sou Filho de Deus,?37Se não faço as obras do meu Pai, não acrediteis em mim;38mas se as faço, embora não queirais acreditar em mim, acreditai nas obras, e assim vireis a saber e ficareis a compreender que o Pai está em mim e Eu no pai.»39por isso procuravam de novo prendê-lo, mas Ele escapou-se-lhes das mãos.t’Depois, Jesus voltou a retirar-se para a margem de além-Jordão, para o lugar onde ao princípio João tinha estado a baptizar, e ali se demorou. 41Muitos vieram ter com Ele e comentavam: «Realmente João não realizou nenhum sinal milagroso, mas tudo quanto disse deste homem era verdade.» 42E muitos ali creram nele.

 

 

REFLEXÃO

            No evangelho, Jesus revela a sua identidade, não só por meio de palavras, mas também por meio de obras: Os seus inimigos continuam com o coração endurecido e têm dificuldade em compreender  a afirmação da sua divindade «Se não faço as obras do meu Pai, não acrediteis em mim; mas se as faço, embora não queirais acreditar em mim, acreditai nas obras, e assim vireis a saber e ficareis a compreender que o Pai está em mim e Eu no Pai»
   A sociedade, o mundo também nos pressiona quando queremos aceitar a proposta de Jesus. Somos  ignorados e discriminados e muitas vezes considerados retrógrados . Precisamos  ser fortes para abraçar a proposta de Jesus. 

        Recordemos a  sua promessa: “Onde estão dois ou três reunidos em meu nome, ali estou eu no meio deles” (Mt 18,20). Ele está em todos os discípulos que procuram fazer sua a existência de Jesus, e viver sua própria vida escondida na vida de Cristo (cf. Cl 3,3). Eles experimentam a força de sua ressurreição até se identificar profundamente com Ele: “Já não vivo eu, mas é Cristo que vive em mim” (Gl 2,20). Jesus está nos Pastores, que representam o próprio Cristo (cf. Mt 10,40; Lc 10,16).         O santo Padre mostrou uma Fé viva e corajosa quando foi ao Iraque dar o seu testemunho correndo sérios riscos de atentado à saúde e à sua pessoa. Foi testemunhar o amor a Cristo e  encorajar cerca de  590 mil católicos…

E nós que testemunho queremos dar?

ORAÇÃO 

 

Damos-te graças, Pai, porque nos escutas   sempre que te invocamos no perigo e na tempestade. Não permitas que o orgulho obscureça a nossa mente e feche o nosso coração à verdade que de Vós  procede. Faz que possamos cantar o teu amor agora e para sempre. Amen